lundi 2 juillet 2012

SOLUÇÕES FEITAS A MARTELO PARA VENCER TODAS AS CRISES

  • Ana de Alfa e Beto Tuga
    E que tal um murro nas nossas próprias cabeças, Kabala e reestrutura neuróneos?
  • Fernão Mendes Pinto
    A camarada Ana e o camarada Magalhães têm razão, reestruturar os neurónios e outros erróneos neuro neo’s é preciso é urgente uma política diferente.
    Assim peço ao camarada e ao camarada travesti, ou camarada matrafona, que me emprestem aí as vossas reformas a juros de 1%, eu prometo que as devolvo todas daqui a 10 anos, ou 20, ou 30.
    Referências?
    Ora, estive muitos anos na china a vender eurobondes feitos a martelo, eles davam-me a prata e eu reestruturava-lhes os neurónios à martelada até eles a darem toda.
    O juro dos eurobond’s era pago em 007′s, com ordem para foder aquela maralha toda.
    Funcionou bem durante uns vinte anitos, mas depois os invejosos dos holandeses começaram a vender um produto mais atractivo.
  • My name is Bond, James Eurobond
    Em português diz-se João bunda mesmo, que apesar de tudo é preferível a dar murros na cabeça, que rendem pouco, uma vez que o pessoal anda teso e se isso os faz ficar mais moles, é por pouco tempo.
    Assim proponho mutualizar as minhas dívidas, não com vossas cabeças,mas com a parte terminal do sistema, que o mercado das cabeças anda em baixo, com muito caçador de cabeças do Bornéu a emigrar para a Síria, para conselheiro civil dos revoltosos incivis.
    Pagamos 10% a 12% ao ano de tudo o que ganharem e para não andarem a pensar em mamar nas tetas da Merckel, damos uns biberões Made in China cheios de ftalatos coloridos na tetina.
    Kabala não damos, que não somos a máfia romena.
    Aceitamos cheques visados a todos os que se queiram inscrever nesta profissão de futuro.

    Profissões de futuro com muito passado atrás ou à frente tanto faz

1 commentaire: